Acesse nosso Facebook:

Destaques

Já foi o tempo em que o Uno era o veículo de entrada da Fiat. Com a versão Fire do Palio e a chegada do subcompacto

 

Mobi, o Uno agora é a terceira opção de entrada na gama da Fiat.


Para reforçar o posicionamento, o compacto acaba de ganhar mudanças importantes na linha 2017, com inéditos propulsores 1.0 de 3 cilindros e 1.3 de 4 cilindros, apresentados na fábrica da Fiat, em Betim (MG).


Entre as mudanças, também aparecem a troca da direção hidráulica pela elétrica em toda a linha e a inclusão de controle eletrônico de estabilidade, de série nos modelos 1.3 com câmbio automatizado e opcional nos demais (até mesmo no 1.0).

Veja os preços sugeridos e o conteúdo de cada opção:


Attractive 1.0 - R$ 41.840


Principais itens de série: ar-condicionado, direção elétrica, faróis de neblina, airbag duplo, freios ABS, barra de proteção nas portas, banco traseiro rebatível, vidros e travas elétricos, computador de bordo, sistema de partida a frio, rodas de 14 polegadas e volante multifuncional.


Way 1.0 - R$ 42.970


Principais itens de série: mesmos da Attractive, mas com diferenças estéticas. Tem barras longitudinais no teto, faróis com máscara negra, suspensão elevada, retrovisores com indicador de direção e molduras nas caixas de roda na cor cinza.


Way 1.3 - R$ 47.640


Principais itens de série: mesmos da Way 1.0, mais start-stop, chave canivete com fechamento de portas e vidros e rádio com entrada USB.


Way 1.3 Dualogic - R$ 51.990


Principais itens de série: mesmos da Way 1.3, mais câmbio automatizado Dualogic, auxílio de partida em rampas e controles de tração e estabilidade.


Sporting 1.3 - R$ 49.340


Principais itens de série: mesmos da Way 1.3 manual, mais suspensão com acerto esportivo, spoiler na tampa do porta-malas, escapamento em posição central, rodas de 15 polegadas, grade dianteira, maçanetas externas e capa dos retrovisores em preto brilhante.

 

Sporting 1.3 Dualogic - R$ 53.690


Principais itens de série: mesmos da Sporting 1.3, mais câmbio automatizado Dualogic, auxílio de partida em rampas e controles de tração e estabilidade.


O que muda?


Na parte mecânica, muita coisa. Significa, principalmente, o início da aposentadoria dos motores Fire. Ainda que isso leve algum tempo nos demais modelos, o Uno 2017 só terá opções com os novos motores.


A base dos dois é a mesma, sempre com bloco de alumínio e uma válvula por cilindro. Com três cilindros, a capacidade volumétrica é de 1 litro. Adicionando um cilindro, tem-se o 1.3. Pistões e cilindros são do mesmo tamanho, e a nova família é chamada de FireFly.


Nos dois casos, há apenas duas válvulas por cilindro – segundo a Fiat algo inédito em motores tricilíndricos. A potência no 1.0 é de 77/72 cavalos e o torque de 10,9/10,4 kgfm. No 1.3, os números vão a 109/101 cv e 14,2/13,7 kgfm.


Para ajudar na economia de combustível, a Fiat ainda adotou a direção elétrica em todas as versões – que também ajudam no conforto. Ainda existe uma função City, que promete 50% mais de leveza em manobras de estacionamento.

 

Consumo


No quesito eficiência, o Uno Attractive, com motor 1.0 de 3 cilindros e câmbio manual, recebeu duas notas "A" no Programa Brasileira de Etiquetagem, com média de 9,2 km/l (etanol) e 13,1 km/l (gasolina) na cidade e 10,4 km/l (etanol) e 15,1 km/l (gasolina) na estrada.


Com propulsor 1.3, o Uno Sporting também recebeu a mesma classificação, mas com números levemente reduzidos: 9,2 km/l (etanol) e 12,9 km/l (gasolina) na cidade e 10,1 km/l (etanol) e 14 km/l (gasolina) na estrada

 

 

Fonte : http://g1.globo.com/carros/noticia/2016/09/fiat-uno-2017-ganha-novos-motores-e-controle-de-estabilidade.html